Armas da Guerra

3 nov

Bell XP-77


O desenvolvimento do Bell XP-77 começou em Outubro de 1941 quando o Corpo Aéreo do Exército dos Estados Unidos procurava produzir um caça leve que utilizasse os materiais então chamados de “não-estratégicos”. O XP-77 deveria ser um pequeno caça nos moldes dos aviões de corrida de década de 30. O avião era um monomotor, monoplano de asa baixa, equipado com um trem de pouso tipo triciclo e era feito quase todo de madeira. O canopy permitia uma grande visão para quase todos os lados menos para trás (um requerimento chave para um caça).

Originalmente concebido com o motor resfriado a ar de 500hp Ranger XV-770-9 de 12 cilindros com um compressor, os protótipos foram entregues com o motor sem compressor XV-770-7 devido a atrasos no desenvolvimento. O avião deveria portar um canhão de 20mm Hispano e duas metralhadoras Browning de 12,7mm, com a opção de poder carregar uma bomba de 136kg ou uma carga de profundidade 147kg quando sem as metralhadoras Browning.

O projeto sofreu diversos atrasos, a maioria deles por correções de excessos de pesos. O primeiro XP-77 voou pela primeira vez em Abril de 1944 em Wright Field. Os primeiros testes mostraram problemas de vibração por o motor ser montado direto na estrutura da aeronave. O XP-77 também demonstrou ser de difícil pilotagem e mesmo voando sem armamentos não atingiu uma performance aceitável. Mais testes foram feitos com uma segunda aeronave em Eglin Field mas a aeronave caiu quando tentava uma manobra de Immelmann. O projeto foi cancelado em Dezembro de 1944.

Especificações do Bell XP-77

Tripulação: 1
Dimensões: comprimento: 6,96m; envergadura: 8,38m; altura: 2,49m; área da asa: 9,3m²
Pesos: vazio: 1.295kg; máximo na decolagem: 1.827kg
Motor: um Ranger V-770-7 12 cilindros invertidos desenvolvendo 520hp
Performance: velocidade máxima: 530km/h; alcance: 890km; teto operacional: 9.180m; razão de subida: 1.097m/min
Armamento: um canhão de 20mm Hispano-Suiza HS.404, duas metralhadoras Browning M2 de 12,7mm com 200 cartuchos de munição cada uma; uma bomba de 136kg ou uma carga de profundidade de 147kg

38cm Siegfried Kanone



O canhão 38cm Siegfried Kanone Eisenbahnlafette foi originalmente concebida como um canhão naval para o navio Bismarck mas foi transferido para o Exército como arma de defesa costal. Quatro foram construídas pela Krupp.

O Siegfried Kanone só podia mirar transversalmente quando noVögele Drehscheibe. A arma só podia ser recarregada da posicão de elevação 0º, sendo assim, ela tinha que ser mirada de novo a cada tiro.


O Siegfried Kanone utilizava a munição padrão da marinha onde a carga principal era colocada dentro de um cartucho metálico que era suplementada por mais uma carga dentro de uma bolsa de seda que detonava primeiro. Um dos cartuchos utilizados era o Siegfried-Granate que era um cartucho especial desenvolvido pelo exército. Esse cartucho era disparado com uma velocidade inicial de 920m/s e alcançava até 40km.

O Siegfried destruído por uma aeronave americana em 1944.

Especificações do 38cm Siegfried Kanone

Peso: 286 toneladas
Comprimento: 31,32 metros
Comprimento do cano: 18,40 metros
Calibre: 380mm
Elevação: 0º até 52,3º
Transversal: 360º no Vögele Drehscheibe
Velocidade inicial do projétil: 820-1.050m/s

28cm schwere Bruno Kanone (E)



O 28cm schwere Bruno Kanone (Eisenbahnlafette), também conhecido como Br.K., era uma arma de artilharia de linha férrea que foi utilizada pela Alemanha na invasão da França e na defesa costal da Noruega.

Também parte do programa de rearmamento que deu origem ao 24cm Theodor Bruno, o Br.K foi construído na década de 30 e utilizava canhões da Primeira Guerra Mundial. Dois canhões belgas, 28cm Küsten Kanone L/42, pegos pelos alemães e sobreviventes da Primeira Guerra foram os escolhidos. Ajustes transversáis tinham de ser feitos no Vögele Drehscheibe. O canhão só podia ser recarregado na posição de elevação 0º. Os dois canhões foram entregues em 1938.

Durante a Batalha da França suas únicas atividades registradas foram entre 14 e 17 de Junho de 1940 disparando da cidade de Lörrach contra alvos localizados em Alsace. Mais tarde as armas foram tranferidas para Nærbø, na Noruega, na missão de defesa costal sob o comando da Artilleriegruppe Stavanger-Süd. Depois os Br.K. foram para Fredrikstad quando 24 armas francesas de linha férrea foram enviadas para a Noruega. O canhão disparava cartuchos de 284kg recheados com 22,9kg de TNT.

Especificações do 28cm schwere Bruno Kanone (E)

Peso: 118 toneladas
Comprimento: 22,8m
Comprimento do cano: 11,8m
Calibre: 283mm
Elevação: +10º até +45º
Transversal: 360º no Vögele Drehscheibe
Velocidade inicial do projétil: 860m/s

24 cm Theodor Bruno Kanone (E)




O canhão 24cm Theodor Bruno Kanone (Einsenbahnlafette) era utilizado pela Alemanha durante a Segunda Guerra na Batalha da França e como arma de defesa costal na França ocupada até o fim da guerra. Seis foram construídos na década de 30 usando-se canhões navais com 50 anos de idade.

Como parte do programa da rearmamento o Oberkommando des Heeres designou a Krupp uma nova arma de artilharia. A Krupp optou por utilizar projetos já existentes de armas da Primeira Guerra modernizadas, assim poderiam entregar mais armas em menos tempo. Em 1936 a Krupp começou a projetar diversas armas entre 15 e 28cm para serem entregues em 1939. Seis armas de 24cm da antiga classe de navio Odin foram escolhidas. Todas as armas foram entregues em 1939.

Ajustes tranversáis na arma tinham de ser feitos no Vögele Drehscheibe. O Vögele consistia em uma linha férrea circular com um pivô no centro onde a arma era presa. A arma era erguida até o nível da plataforma. A plataforma tinha rodas em suas extremidades que permitiam um ajuste transversal de 360º. O Vögele era capaz de erguer até 300 toneladas. A arma só podia ser recarregada na posição 0º de elevação.


Especificações do 24cm Theodor Bruno Kanone (E)

Peso: 95 toneladas
Comprimento: 20,7 metros
Comprimento do cano: 7,8 metros
Calibre: 238mm
Elevação: +10º até +45º
Razão de fogo: 1 tiro a cada três minutos
Velocidade inicial do projétil: 670m/s

Fox Armored Car



O veículo blindado Fox foi produzido pela General Motors no Canadá durante a Segunda Guerra. O Fox foi baseado no veículo britânicoHumber. A tripulação consistia de um comandante, um operador de rádio, um motorista e um atirador. 1.506 veículos foram produzidos.



O veículo não foi bem recebido devido a um problema no sistema de direção traseiro. O Fox viu serviço na Itália, no Reino Unido e na Índia. Após a Segunda Guerra muitos foram para o Exército Português e foram utilizados em Angola, Moçambique e Guiné.


Especificações do Fox

Tripulação: 4
Peso: 8 toneladas
Dimensões: comprimento: 4,6m; altura: 2,4m; largura: 2,3m
Motor: GMC 6 cilindros
Performance: velocidade máxima: 71km/h; alcance: 250km
Blindagem: até 15mm
Armamento: uma matralhadora MG de 12,7mm e uma metralhadora MG de 7,62mm

M8 Greyhound



O carro combate M8 Greyhound foi um veículo 6×6 blindado produzido pela Ford Motor Company e foi utilizado pelos americanos e britânicos na Europa e no Extremo Oriente até o fim da guerra. O M8 foi extensamente exportado e no Reino Unido ele era conhecido como Greyhound.

Em Julho de 1941 uma ordem foi emitida para desenvolver um novo veículo antitanque para substituir o M6. O requerimento pedia um veículo 6×4 armado com uma arma de 37mm, uma metralhadoramontada na torre e outra montada na frente. A sua blindagem deveria resistir a tiros de uma metralhadora .50 e resistir a tiros de uma metralhadora calibre .30 nas laterais.

Protótipos foram feitos pela Studebaker (T21), Ford (T22) e Chrysler (T23), todos eram semelhantes no projeto e na aparência. Em Abril de 1942 o T22 foi escolhido. Logo, ficou claro que a arma de 37mm não seria efetiva contra os tanques alemães, assim o M8 foi designado para missões de reconhecimento.


Emissões de contratos e aprimoramentos do projeto atrasaram a produção em série até Março de 1943. A produção foi encerrada em Junho de 1945 e um total de 8.523 unidades foram produzidos. Cerca de 1.000 unidades foram fornecidas para a França, a Inglaterra e o Brasil.

A tripulação era composta por quatro homens sendo eles um comandante que também atuava como recarregador da arma principal, um atirador, um motorista e um operador de rádio. O motorista e o operador de rádio ficavam na frente do veículo enquanto que o comandante e o atirador ficavam na torre.

O veículo carregava 80 cartuchos de 37mm quando equipado com apenas um rádio. Veículos equipados com dois rádios carregavam apenas 16 cartuchos de 37mm mas algumas modificações podiam aumentar esse número para 40. A munição da metralhadora ficava em torno de 1.500 cartuchos de .30 e 400 cartuchos de .50. Eram também carregados rifles M1 para a tripulação, granadas de mão e minas antitanque.



O primeiro uso do M8 foi na Itália em 1943. Mais tarde o veículo foi utilizado contra tanques japoneses, já que estes eram vulneráveis contra sua arma de 37mm. O veículo foi considerado rápido, bem armado e blindado para missões de reconhecimento. Mas as unidades de cavalaria reclamavam de sua performance off-road que era pior do que M3A1, carro que o M8 substituiu. Nos terrenos montanhosos da Itália e nas nevascas do norte europeu o M8 ficava restrito ás estradas,o que prejudivaca sua função de reconhecimento.

O veículo era muito vulnerável a minas e um kit de blindagem extra foi produzido para ele. Outro problema é que as vezes ele era utilizado para missões de suporte de fogo e ficavam muito vulneráveis aos armamentos alemães. Em 1943 o Estados Unidos começou a procurar um substituto para o M8.



Especificações do M8 Greyhound

Tripulação: 4
Peso: 7,8 toneladas
Dimensões: comprimento: 5m; altura: 2,25; largura: 2,54;
Blindagem: até 19mm
Motor: Hercules JXD 6 cilindros desenvolvendo 110hp
Performance: velocidade máxima: 90km/h; alcance: 563km
Armamento: uma arma de 37mm, uma metralhadora .30 e outra .50

Metralhadora Hotchkiss M1922


A metralhadora Hotchkiss M1922 era produzida pela empresa francesa Hotchkiss et Cie. Essa metralhadora foi utilizada pelaTchecoslováquiaFrançaGrécia, República da China, Espanha eReino Unido. Sua razão de fogo podia ser ajustada e era projetada para utilizar diversas medidas de calibres.


Especificações da Hotchkiss M1922

Comprimento: 1216mm
Comprimento do cano: 600mm
Ação: operada a gás
Razão de fogo: 450 tiros por minuto
Alimentação: pente de 20 cartuchos ou fita 15, 24 ou 30 cartuchos
Peso: 8,4kg (9,6kg na versão alimentada por fita)
Calibres: 8x50R Lebel, .303 British, 7×57 Mauser e 7.92×57

BL 7,2 inch Howitzer MkI



O BL 7,2 inch Howitzer MKI foi o primeiro de uma série de peças de artilharia que foi inicialmente desenvolvido na Inglaterra no início da Segunda Guerra. O 7,2 não era um modelo novo mas um novo projeto feito em cima do modelo de 8 polegadas da Primeira Guerra Mundial. Essa arma foi uma medida tapa buracos adotada na emergência de se conseguir peças de artilharia pesadas no início da guerra.

Apesar delas terem sido concebidas emergencialmente, elas se sairam tão bem que foram utilizadas pelos Britânicos até o fim da guerra fornecendo fogo pesado para as tropas britânicas e para as tropas da Commonwealth. Cerca de dez homens eram empregados para utilizar a arma.


Especificações do BL 7,2 inch Howitzer MKI

Peso: 10,1 toneladas
Dimensões: comprimento: 7,7m; largura: 2,7m; altura: 1,3m
Calibre: 182,9mm (7,2 polegadas)
Velocidade inicial do projétil: 517m/s
Alcance máximo: 15,500m
Cartucho: 92kg

Metralhadora Degtyaryov


A Ruchnoy Pulemyot Degtyaryov Pekhotny ou DP era uma metralhadora leve de fácil fabricação (as primeiras não tinham mais que 80 peças) e podia ser produzida até por trabalhadores amadores. Era uma metralhadora muito resistente a sujeira. Em seus testes ela era enterrada na lama e na areia e mesmo assim ela era capaz de continuar funcionando. A desvantagem da DP era seu bipé que não era forte e quebrava facilmente. Outro problema era recarregar a arma, o que levava muito tempo. Por outro lado, a baixa razão de fogo da DP reduzia o risco do superaquecimento do cano da arma.


Apelidada de “Record Player”, a DP tinha fama de ser uma efetiva arma leve de suporte. A DP foi substituída na década de 50 pela RDP e na década de 60 ela ja havia perdido todo seu espaço na União Soviética para a PK.

Na Guerra de Inverno e na Guerra da Continuação ele foi capturada e utilizada pelos finlandeses que a apelidaram de Emma. No verão de 1944 o Exército Finlandês tinha cerca de 9.000 DP capturadas em uso nas suas linhas de frente. Cerca de 795.000DP foram produzidas.


Especificações da DP

Calibre: 7,62x54mm 
Peso
: 9,12kg 
Comprimento
: 1.270mm
Comprimento do cano: 604mm 
Razão de fogo
: entre 500 e 600 tiros por minuto
Velocidade inicial do projétil: 840m/s
Alcance efetivo: 800m
Ação: operada a gás
Alimentação: tambor de 47 cartuchos

Dodge WC54


Veículo do Signal Corps dos E.U.A..

O Dodge WC54 3/4 Ton 4×4 foi desenvolvido durante a Segunda Guerra e foi utilizado como a principal ambulância do Exército Americano entre 1942 e 1945. O WC54 foi desenvolvido para substituir o WC9, o WC18 e o WC 27.

Baseado no chassi do Dodge “Beep” 3/4 Ton, ele tinha um distância entre eixos maior e a suspensão foi ajustada para deixá-lo mais macio. O corpo era produzido pela Wayne Body. Havia espaço para o motorista, o médico e mais quatro ou sete pacientes. Até quatro pacientes podiam ser carregados quando macas eram utilizadas. O WC54 tinha um sistema de aquecimento para o conforto dos pacientes. Havia uma escada dobrável na traseira do veículo para facilitar o acesso dos pacientes e médicos.


Entre 1942 e 1945 a produção total da série T214 foi de 255.173 unidades. Desses, 22.857 foram utilizados como ambulâncias. A Força Expedicionária Brasileira utilizou cerca de 30 WC54 junto do seu Batalhão de Saúde.


Especificações do Dodge WC54 Model T214

Motor: Dodge T214, 6 cilindros, 92bhp
Transmissão: 5 marchas
Dimensões: comprimento: 4,93m; largura: 1,90m; altura: 2,29m; entre eixos: 3,07m
Performance: velocidade máxima: 86km/h
Peso: 2.680kg

Uma resposta to “Armas da Guerra”

  1. Woody Woodpecker novembro 5, 2010 às 1:56 am #

    Conteúdo dinâmico de fácil compreensão, ótimo para revisar e descobrir um pouco mais sobe a segunda grande guerra. Meus sinceros parabéns a vocês.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: